+55 11 5643-0611

As principais competências para um profissional de Trade Marketing

27/06/2019

Muitas pessoas previram que compras em lojas físicas iriam diminuir e que este modelo de negócio estava fadado ao fracasso e extinção, no entanto, a realidade se mostrou muito diferente disso. Os últimos anos têm apresentado um crescimento substancial nas compras realizadas em lojas físicas, sendo isso um efeito mundial. Com esta conjuntura, a cada vez maior customização e atenção ao cliente, o profissional de Trade Marketing se faz cada vez mais necessário para integrar o físico e o digital, criar iniciativas e materiais para o PDV (ponto-de-venda) e treinamento.

O profissional de Trade Marketing pode ser contratado ou até mesmo formado dentro da própria empresa, por meio de educação corporativa, programas de desenvolvimento de pessoas, entre outros. Este profissional cada vez mais valorizado pelo mercado e pela dinâmica atual entre comprador, vendedor e produto requer algumas características e competências específicas, como veremos a seguir.

Competências necessárias

  1. Capacidade analítica

Esta competência é crítica para o profissional, já que seu trabalho depende, além de estudos profundos com relação ao comportamento consumidor, da capacidade de observar oportunidades e facilidades que aproximam a marca do cliente. Muitas vezes uma promoção de “compre um, leve dois”, treinamentos da equipe dos lojistas ou até mesmo os espaços dos produtos fazem toda a diferença.

Esta habilidade não possui uma fórmula mágica para sua prática e aprendizado, porém um treinamento pode ser feito através de muita leitura, estudando temas variados. Também é importante o autoquestionamento e certa abertura para o novo, da parte do profissional.

  1. Facilidade de relacionamento

O profissional de Trade Marketing está em constante contato com outros setores, como Marketing, Vendas, Finanças, entre outros. Isso requer que a pessoa tenha facilidade de se relacionar com pessoas de perfis, qualidades e atributos distintos entre si. Manter uma boa relação é fundamental para que o profissional não fique “isolado”, e sim articule de forma conjunta com estes outros setores. O respeito à atividade performada pelo outro e suas limitações são o início do desenvolvimento de pessoas necessário nos relacionamentos dentro da empresa.

  1. Atualização tecnológica

Existem dois motivos para esta competência estar nesta lista: o constante e rápido avanço tecnológico (e-commerce, impressão 3D) e a necessidade de gerenciamento das atividades e da equipe de Trade Marketing. Como o trabalho é composto por várias variáveis e nem sempre há uma linha bem traçada do que é responsabilidade do setor, uma boa relação com a tecnologia ajuda o profissional a manter-se organizado e otimiza a eficiência das atividades performadas. Uma educação corporativa é importante para manter seus funcionários em dia.

  1. Criatividade e comunicação

Além de ser necessário uma boa dose de criatividade – para criar as melhores campanhas, engajar os consumidores da melhor forma e criar a ponte entre consumidor-produto-vendedor – é de suma importância uma exímia habilidade de comunicação. Isso porque o profissional terá de, não somente comunicar-se com o cliente, através do produto, como “vender” sua ideia para outros setores, pessoas que nem sempre possuem o mesmo tipo de pensamento ou perfil.

O tema da criatividade e comunicação pode ser trabalhado internamente com um sistema de T&D. Desafiar os limites impostos pela “caixa” é essencial ao se treinar estes fundamentos. É importante, inicialmente, ser sistemático, criando objetivos, alvos, canais e ferramentas adequadas para cada projeto. Com o tempo, a comunicação vai se tornando cada vez mais fácil, intuitiva e criativa.

  1. Visão holística

É necessário possuir uma visão holística para entender as dinâmicas que envolvem o trabalho de Trade Marketing, pois para atingir sucesso, este depende direta e indiretamente de outras áreas da empresa. Estas relações e dinâmicas intersetoriais possuem nuances nem sempre puramente lógicas, portanto possuir a capacidade de compreender o todo e enxergar de modo global pode ser muito importante.

A velocidade com que mudanças estão acontecendo tanto no mundo digital quanto nos perfis de consumo da população está cada vez maior, sendo cada vez mais necessário profissionais qualificados e rápidos para realizar adaptações ao que os consumidores querem e esperam. Aplicar um programa de T&D em sua empresa enfatizando o desenvolvimento de pessoas já presentes na equipe pode ser a maneira mais rápida e barata de encontrar um profissional de Trade Marketing e assim conquistar consumidores fiéis e novos mercados.

 

Quer saber mais sobre Trade Marketing? Entre em contato com a Take 5!