Business Agility: saiba tudo sobre essa estratégia para vencer cenários inconstantes!

Business Agility: saiba tudo sobre essa estratégia para vencer cenários inconstantes!

dezembro 11, 2020 in Educação Corporativa, Tendência, Treinamento

Business Agility

Garantir uma posição de estabilidade em seu segmento de atuação ainda é um projeto primordial para muitas empresas. No entanto, o próprio mercado está em constante movimentação, principalmente com o desenvolvimento cada vez mais rápido das tecnologias voltadas aos negócios.

Pensando nesse aspecto, a habilidade de se adaptar às novas demandas com agilidade, sem perder a qualidade, pode ser considerada uma característica altamente valiosa para as companhias que desejam se manter competitivas no mundo atual.

Essa competência recebe o nome de Business Agility e deve fazer parte do vocabulário de profissionais das mais diversas áreas. Neste conteúdo, você pode ficar bem informado sobre o conceito, além de conhecer a importância de ser ágil e os benefícios que isso pode trazer para a rotina corporativa. Continue a leitura para saber mais!

O que é Business Agility?

Em poucas palavras, o Business Agility pode ser definido como um método organizacional que auxilia as empresas, independentemente de seu tamanho e área de atuação, a conquistarem a expertise necessária para se adaptarem às mudanças internas e externas de forma realmente ágil e eficiente.

Ainda que esse conceito tenha se originado no campo das ciências tecnológicas, com o desenvolvimento e a implantação de softwares para a melhoria de processos do dia a dia, hoje práticas ágeis já podem ser analisadas com um olhar mais amplo.

Atualmente, o Business Agility já se tornou uma solução fundamental, que engloba a cultura organizacional como um todo, incluindo o aprimoramento do capital humano da corporação e a entrega contínua de valor para os clientes.

Dessa forma, o Business Agility passa a ser parte integrante do desenvolvimento da empresa, destravando antigos procedimentos de rotina e burocracias, e garantindo que ela cresça de forma efetiva mesmo nos mercados com maiores índices de volatilidade.

Como funciona a cultura do Business Agility?

Nas organizações mais tradicionais, existe uma visão equivocada de que investir em mudanças é algo complexo e que demanda um tempo precioso que poderia ser direcionado para ampliar a produção.

No entanto, a dinâmica do Business Agility chega para desmistificar essa impressão, provando que essa adequação às novas demandas pode ser feita por meio da criação de uma estrutura simplificada, mas que pode gerar ganhos ainda maiores.

Para isso, é importante focar em três pilares diferenciados:

  • O conhecimento do atual cenário para identificar quais serão as mudanças necessárias;
  • A adaptação dos produtos e serviços para atender às novas necessidades do público atendido;
  • O mapeamento das metas e oportunidades que vão guiar os lançamentos da companhia.

Com a definição desses objetivos, alinhados à utilização de táticas ágeis, é possível promover a evolução das metodologias, a atualização constante das tecnologias e o crescimento dos times, que estarão alinhados e mais capacitados para enfrentar os desafios mais atuais com sucesso.

Qual é a importância de ser ágil nos negócios?

Como já apontamos em parágrafos anteriores deste conteúdo, adotar uma cultura ágil é essencial para que qualquer empresa possa acompanhar as mudanças mais velozes do mercado e, assim, assegurar o seu potencial competitivo frente à concorrência.

No entanto, existe uma série de outros benefícios que uma estrutura de Business Agility bem implantada pode garantir:

  • Respostas mais ágeis às novas demandas dos clientes e do mercado;
  • Entregas frequentes, com alta qualidade e eficiência;
  • Redução das falhas e índices de retrabalho;
  • Identificação de oportunidades e ameaças em tempo reduzido;
  • Desenvolvimento de uma cultura de constante aprendizagem e alto nível de capacitação;
  • Equipes mais motivadas, engajadas e consequentemente mais produtivas.

3 passos para aplicar o Business Agility na sua empresa!

Agora que você já sabe o que é o Business Agility e conhece algumas das vantagens que a metodologia pode trazer para os seus negócios, vamos finalizar com um passo a passo de como colocar essa estratégia em prática na empresa. Confira!

1 – Estude o mercado, o seu público e as projeções a curto, médio e longo prazo

Para que a empresa consiga se adaptar às demandas mais urgentes, o primeiro passo é ter um conhecimento profundo de todos os aspectos do mercado em que ela está inserida e também do público que vai consumir o seu produto ou serviço.

Além disso, é muito importante prestar atenção às flutuações do segmento e contar com recursos que permitam o cálculo de projeções realistas para que a companhia não apenas se adapte, mas possa prever determinadas movimentações que possam colocá-la à frente da concorrência.

2 – Analise a cultura organizacional atual da empresa e compreenda o potencial do seu negócio

Qual é o posicionamento da sua empresa hoje? Quais os investimentos mais recentes em novas tecnologias e processos mais eficientes? Existe uma política de treinamento e capacitação frequente das equipes?

Saber a resposta para essas perguntas é indispensável para quem deseja crescer com consistência mesmo nos ambientes mais voláteis. Afinal, não adianta conhecer a fundo o mercado e o público consumidor se a organização não está preparada para atendê-los com qualidade, não é mesmo?

A melhor solução neste caso é apostar nos benefícios de uma cultura ágil para identificar os pontos fracos eliminando burocracias, atualizando a forma como as operações são conduzidas e melhorando a comunicação entre os times para que todos estejam alinhados com os objetivos empresariais.

3 – Invista nas adaptações necessárias

Após certificar-se de que a sua empresa tem um banco de informações detalhadas sobre o seu público, conta com as ferramentas adequadas para acompanhar até as menores movimentações do mercado, e já sabe quais são as mudanças internas necessárias é hora de colocá-las as mudanças necessárias em prática!

Importante considerar, no entanto, que o processo de transição para a metodologia ágil precisa alinhar os aspectos que citamos acima, mas ainda devemos considerar outros fatores altamente relevantes: o core business da companhia e o orçamento disponível para que o plano seja executado com sucesso.

Aqui, o mais indicado é começar identificando as áreas que necessitam implantar a metodologia Business Agility com mais urgência para se tornarem eficientes e, assim, contribuírem com a melhoria da cultura organizacional.

A seguir, entra em ação um fenômeno conhecido como “modelo cascata”, ou seja, a divisão dos processos em etapas de forma que a entrega de uma só aconteça após o término da anterior.

Essa dinâmica de pequenas entregas não apenas facilita o acompanhamento dos processos, mas também ajuda a identificar tanto aqueles que estão funcionando com eficácia, quanto aqueles que apresentam falhas, permitindo que correção aconteça em menor tempo.

Por fim, além de contar com uma liderança forte e comprometida para que essas mudanças aconteçam conforme o esperado, é essencial realizar um estudo profundo para que os negócios possam se adaptar às ferramentas de transformação digital necessárias.

Estabelecer uma cultura de Business Agility é um caminho que exige planejamento e a escolha das tecnologias certas, mas que contribui de maneira muito positiva para o crescimento das organizações dos mais diferentes portes e campos de atuação.

Se você gostou deste artigo e tem interesse em ver mais conteúdos que vão ajudar a transformar os seus negócios com tecnologia e eficiência, continue no nosso blog

Aqui você encontra informações relevantes sobre o mercado, as principais tendências e ferramentas de educação corporativa para manter sua empresa atualizada!

Se precisar de ajuda, fale com a Take5!


 

 

  • About The Author: User

    More posts by